Alérgicos: Contém cookies. Pode conter anúncios personalizados. Não contém glúten.

Conheça melhor: Eisbrecher

Vejo a necessidade de apresentar algumas bandas mais profundamente. Não adianta fazer uma lista, colocar o link delas pro MySpace, uma fotinha, e achar que basta para “divulga-las”.

Por isto começo esta nova “coluna” no blog. Onde vou (des)escrever, primeiramente, sobre algumas bandas que conheço e gosto. E não poderia começar por outra: Eisbrecher, a número um no meu TOP13.
Eisbrecher - 2010

Es wird kalt

O navio Eisbrecher começou a navegar oficialmente em 2003, mas sua história começou realmente em 1997, quando Noel Pix entrou na banda Megaherz, que Alexx Wesselsky havia fundado anos antes.

Alexx Wesselsky é compositor e vocalista. Noel Pix, instrumentista e produtor de música eletrônica.

Eisbrecher quer dizer literalmente quebra-gelo, grandes barcos que abrem caminho no mar congelado. E descrevendo um poderoso Eisbrecher que eles iniciaram sua carreira:

Comprimento: 236 metros
Largura do modelo: Máximo 48 metros
Altura do deck principal: 27.9 metros
Peso sem carga: 19,820 toneladas
Poder de saída (12 motores): ca. 75,000 picossegundos
Velocidade máxima: incalculável
Característica especial: inafundável

Polarstern – Faixa 1 – Eisbrecher (2004)

Neue Deutsche Härte

Assim como Rammstein, Oomph! e claro Megaherz, o gênero de Eisbrecher é industrial metal. Isto, em resumo e a grosso modo, quer dizer: rock pesado com efeitos eletrônicos.

Se você já ouviu as bandas citadas, ou outras do gênero, você conhece a fórmula. Mas se não ouviu Eisbrecher, você está em déficit consigo mesmo.

Diria que o destaque na melodia é como unem, com maestria, todos os instrumentos a música eletrônica. Muitas vezes os instrumentos ficam em segundo plano, ou em terceiro, já que a voz grave de Alexx (alguns dizem demoníaca) tem total destaque.

Apesar da grande quantidade de efeitos eletrônicos as apresentações ao vivo não deixam nada a desejar, vale a pena lembrar.

A coerência entre a letra e a música é também notável. Mas para que você possa apreciar a melodia, ouça uma música instrumental chamada Esperança. Eles sempre produzem músicas instrumentais em seus discos (a exemplo de Oomph! fazia anteriormente), com exceção ao último disco.

Hoffnung – Faixa 10 – Eisbrecher (2004)

This is Deutsch!

As letras de Eisbrecher são uma atração a parte. Como eles mesmo descreveram, nos primórdios da banda, as letras são claras, apesar de soturnas (e gélidas). E sempre em alemão! Salvo trechos de “Fanatica” (Eisbrecher) e “This is Deutsch” (Sünde).

Falam de temas atemporais, abstratos (muita firula pra dizer que é sobre amor e morte). Mas mais que isto, falam de inveja, medo, desejo, cobiça, dentre outros. Em comum, sempre letras inteligentes e de conteúdo.

Para ilustrar isto, coloco trecho da minha música preferida deles, Venha doce morte (tradução de Luciano de Avila):

Eu já odiei o amor
já vivi o meu castigo
com Deus, com o mundo
e comigo mesmo

Meus sentidos estão destruídos
Minha alma é condenada.
E eu conto os segundos
até o fim chegar finalmente

Aproxime-se, aproxime-se aproxime-se
venha doce morte! Venha doce morte!
Estenda-me a sua mão
O mundo me deixa doente
Liberte-me! Venha doce morte!

O tempo é isso, sem vida sem dor
Me leve com você!

Komm süßer Tod – Faixa 3 – Sünde (2008)

Vídeos e discos

Alexx nunca foi de fazer clipes. Megaherz mesmo só tem um até hoje. Eisbrecher, porém, já se aventurou três vezes: Schwarze Witwe (Eisbrecher), Vergissmeinnicht (Antikörper), Eiszeit (Eiszeit).

“Kann denn Liebe Sünde sein?” do disco Sünde também teria um clipe, mas a turnê impediu isto. Ufa! Eu sou fã, eu gosto desses caras! Mas convenhamos: os clipes deles não ficam bons…

Atualmente eles têm quatro disco, último deste ano. Lançam um novo trabalho de dois em dois anos.

Eisbrecher (2004)

Antikörper (2006)

Sünde (2008)

Eiszeit (2010)

Apesar de Noel Pix falar que Eiszeit é o melhor disco deles, eu vou recomendar Sünde (2008), e vou um pouco além: caso nunca tenha ouvido ou se interessando em conhecer Eisbrecher, ouça a música a seguir (inteira né), somente esta. Se não gostar, Eisbrecher não é pra você!

Uma música ou nada mais

Zu sterben – Faixa 10 – Sünde (2008)

Isso nunca acaba?

Calma! Já tá acabando! Só mais alguns URL para trocar:

Site oficial – http://www.eis-brecher.com/

MySpace oficial – https://myspace.com/eisbrecherkommando/

Facebook oficial – http://www.facebook.com/pages/EISBRECHER-OFFICIAL/459205020544/

Canal oficial no YouTube – http://www.youtube.com/user/EISBRECHERofficial

Note que o site oficial ainda não foi atualizado para o novo disco (e tá demorando hein).

Procure aqui no blog mesmo e encontrará links para downloads dos discos da banda.

Se você já conhece bem o Eisbrecher, divulgue este post para seus amigos pagãos, quero dizer, que ainda não ouvem Eisbrecher. Deixe também seu comentário falando sobre a banda.

E para a padronização: dificilmente eles virão ao Brasil (longo prazo).

Viu? Acabou.

Carregando vídeo...
2010-2020 © Deutsche Bands. Todos os direitos reservados — Política de PrivacidadeTermos de UsoAcessibilidade