Abgrund

Stumpf und leer
Gehst Du einher
Den schmalen Grat entlang

Du hälst Schritt
Noch hälst Du mit
Zu groß der Herdendrang

Glaubst Du noch an das
Was man Dich glauben macht?
Du hast gelernt zu parieren
(Wofür? Sag mir!)

Weißt Du wirklich nicht
Was Du zu wissen hast
Du hast gelernt zu marschieren
Du lässt Dich gern kontrollieren

Wir stehen am Abgrund
Doch wir gehen weiter
Es geht nicht vor und nicht zurück
Wir stehen am Abgrund
Doch wir gehen weiter
Wir gehen voraus und ihr kommt mit

Du folgst stur
Nur einem Weg
Reihst Dich gehorsam ein

Du weißt nicht
Wer hinter dir geht
Treibst in der Masse allein

Glaubst Du noch an das
Was man Dich glauben macht?
Du hast gelernt zu parieren
(Wofür? Sag mir!)

Weißt Du noch wie oft
Du aufgegeben hast
Ohne es je zu probieren
Jetzt kannst Du nur noch verlieren

Wir stehen am Abgrund
Doch wir gehen weiter
Es geht nicht vor und nicht zurück
Wir stehen am Abgrund
Doch wir gehen weiter
Wir gehen voraus und ihr kommt mit

Spring!

Wir stehen am Abgrund
Doch wir müssen weiter
Geht aus dem Weg
Lasst uns vorbei
Wir springen uns frei

Wir stehen am Abgrund
Doch wir gehen weiter
Es geht nicht vor und nicht zurück
Wir stehen am Abgrund
Doch wir gehen weiter
Wir gehen voraus und ihr kommt mit

Aborrecido e vazio,
você anda
ao longo do cume estreito

Você mantêm o passo,
Você continua se segurando
O rebanho pressiona muito.

Você ainda acredita no que
eles te fazem acreditar?
Você aprendeu a se submeter.
(Pelo que? Diga-me!)

Você realmente não sabe
Do que você precisa saber?
Você aprendeu a marchar
Você se deixa alegremente ser controlado

Nós estamos na beira do abismo;
aguente, nós seguiremos
Não há nada a frente e não tem volta
Nós estamos na beira do abismo;
aguente, nós seguiremos
Nós conduzimos o caminho e você vem junto.

Você segue impassivamente
apenas um caminho.
Você obedientemente se junta as fileiras

Você não conhece
quem caminha atrás de você
Você deriva sozinho na multidão.

Você ainda acredita no que
eles te fazem acreditar?
Você aprendeu a se submeter.
(Pelo que? Diga-me!)

Você ainda se lembra de quantas vezes
você desistiu?
Sem nem mesmo tentar
Não há nada mais que você possa fazer além de perder

Nós estamos na beira do abismo;
aguente, nós seguiremos
Não há nada a frente e não tem volta
Nós estamos na beira do abismo;
aguente, nós seguiremos
Nós conduzimos o caminho e você vem junto.

Pule!

Nós estamos na beira do abismo.
Mas precisamos continuar
Saia da frente
Deixe-nos passar!
Nós pularemos para a liberdade

Nós estamos na beira do abismo;
aguente, nós seguiremos
Não há nada a frente e não tem volta
Nós estamos na beira do abismo;
aguente, nós seguiremos
Nós conduzimos o caminho e você vem junto.

Contém cookies. Pode conter anúncios personalizados.
2010-2021 © Deutsche Bands. Todos os direitos reservados — Política de PrivacidadeTermos de UsoAcessibilidade