Zu sterben

Wie oft willst Du noch sterben,
woran klammerst Du Dich fest?
Ist es die Angst vor Deiner Wahrheit,
die Dich einsam bleiben lässt?

Wie tief willst Du noch fallen?
Wie lange kannst Du Dich noch wehren?
Siehst Du Dich – Siehst Du nicht,
dass Du längst vergangen bist?

Hasst Du Dein Leben so sehr?
Hab keine Angst und komm her!

Zu sterben fällt so leicht.
Mach’s Dir nicht so schwer.
Komm her!
Erst wenn Du verlierst,
die Angst nicht mehr spürst,
weißt Du wofür Du lebst.

Zu sterben fällt so leicht.
Bitte, bitte mach’s Dir nicht so schwer!
Komm her! Erst wenn Du zerbrichst,
die Welt Dich vermisst,
weißt Du wofür Du lebst.

Wie lang willst Du noch warten?
Woran hältst Du Dich noch fest?
Glaubst Du die Zeit heilt Deine Wunden,
wenn Du sie nicht heilen lässt?

Wie tief willst Du noch fallen?
Wie lange kannst Du widerstehen?
Siehst Du Dich – Siehst Du nicht,
dass Du längst vergangen bist?

Hasst Du Dein Leben so sehr?
Hab keine Angst und komm her!

Zu sterben fällt so leicht.
Mach’s Dir nicht so schwer.
Komm her!
Erst wenn Du verlierst,
die Angst nicht mehr spürst,
weißt Du wofür Du lebst.

Zu sterben fällt so leicht.
Bitte, bitte mach’s Dir nicht so schwer!
Komm her!
Erst wenn Du zerbrichst,
die Welt Dich vermisst,
weißt Du wofür Du lebst.

All Deine Tränen, Dein Hass
und Dein Sehnen.
All das wofür man kämpfen kann,
es ändert nichts mehr daran.

All Deine Sehnsucht,
Dein Schmerz und Dein Leid.
Du hast gelebt, bist im Nichts aufgewacht.
Du hast Dich allein auf die Suche gemacht.

Umsonst!

Zu sterben fällt so leicht.
Mach’s Dir nicht so schwer.
Komm her!
Erst wenn Du verlierst,
die Angst nicht mehr spürst,
weißt Du wofür Du lebst.

Zu sterben fällt so leicht.
Bitte, bitte mach’s Dir nicht so schwer!
Komm her!
Erst wenn Du zerbrichst,
die Welt Dich vermisst,
weißt Du wofür Du lebst.
Weißt Du wofür Du lebst!

Quantas vezes você quer morrer,
no que você está se amarrando?
É o medo da verdade,
que te mantém solitária?

Quão distante você quer cair?
Por quanto tempo você consegue se defender?
Você se vê – Você não vê,
que já partiu há algum tempo?

Você odeia tanto sua vida?
Não tenha medo e venha cá!

É tão fácil morrer.
Não prejudique-se.
Venha cá!
Uma vez quando você perder,
uma vez em que você não sentir mais medo,
você saberá pelo que você vive.

É tão fácil morrer.
Por favor, por favor, não prejudique-se!
Venha cá! Uma vez em que você quebrar,
uma vez em que o mundo te esquecer,
você saberá pelo que você vive.

Quanto você quer esperar?
O que você está esperando?
Você acha que o tempo irá curar suas feridas
se você não o deixar curar?

Quão distante você quer cair?
Por quanto tempo você consegue resistir?
Você se vê – Você não vê,
que já partiu há algum tempo?

Você odeia tanto sua vida?
Não tenha medo e venha cá!

É tão fácil morrer.
Não prejudique-se.
Venha cá!
Uma vez quando você perder,
uma vez em que você não sentir mais medo,
você saberá pelo que você vive

É tão fácil morrer.
Por favor, por favor, não prejudique-se!
Venha cá!
Uma vez em que você quebrar,
uma vez em que o mundo te esquecer,
você saberá pelo que você vive.

Todas as suas lágrimas, todo seu ódio
e toda sua ânsia.
Tudo que um pode lutar por,
isso não mudará uma coisa jamais.

Todo seu desejo
sua dor e seu sofrimento.
Você viveu, você acordou em insignificância.
Você sozinho começou a procurar.

Por nada!

É tão fácil morrer.
Não prejudique-se.
Venha cá!
Uma vez em que você perder,
uma vez em que você não sentir mais medo,
você saberá pelo que você vive.

É tão fácil morrer.
Por favor, por favor, não prejudique-se!
Venha cá!
Uma vez em que você quebrar,
uma vez em que o mundo te esquecer,
você saberá pelo que você vive.
Você saberá pelo que você vive!

Contém cookies. Pode conter anúncios personalizados.
2010-2021 © Deutsche Bands. Todos os direitos reservados — Política de PrivacidadeTermos de UsoAcessibilidade