Eiszeit

Darf ich leben ohne Grenzen?
Nein, das darfst du nicht
Lieben trotz der Konsequenzen?
Nein, das darfst du nicht
Darf ich sein so wie ich bin?
Nein, das darfst du nicht
Darf ich suchen nach dem Sinn?
Nein, das darfst du nicht

Die Kälte zieht in alle Knochen
Und die Glieder werden schwer
Sie haben mir mein Herz gebrochen
Es schlägt, doch es lebt nicht mehr

Eiszeit
Und wir sind verloren im Meer
Eiszeit
Und das Atmen fällt so schwer
Oh, Eiszeit
Mit dir werd´ ich untergehen
Eiszeit
Und nie wieder auferstehen

Darf ich meine Träume leben?
Nein, das darfst du nicht
Meinem Feind die Hände geben?
Nein, das darfst du nicht
Darf ich mein schwarzes Herz verschenken?
Nein, das darfst du nicht
Darf ich für mich selber denken?
Nein, das darfst du nicht

Schlaf ein mein Herz und komm zur Ruh
Schlaf ein mein Herz die Welt friert zu
Schlaft ein, Schlaf ein, mein Herz

Die Kälte zieht in alle Knochen
Und die Glieder werden schwer
Sie haben mir mein Herz gebrochen
Es schlägt doch es lebt nicht mehr

Eiszeit
Und wir sind verloren im Meer
Eiszeit
Und das Atmen fällt so schwer
Oh, Eiszeit
Mit dir werd´ ich untergehen
Eiszeit
Und nie wieder auferstehen

Schlaf ein mein Herz und komm zur Ruh
Schlaf ein mein Herz die Welt friert zu

Devo viver sem limitações?
Não, você não deve!
(Devo) amar, apesar das consequências?
Não, você não deve!
Devo ser como realmente sou?
Não, você não deve!
Devo procurar pelo sentido?
Não, você não deve!

O frio se espalha por todos os ossos
E meus pulmões pesam.
Eles partiram meu coração;
Ele bate, mas não está mais vivo.

Era do gelo!
E estamos perdidos no mar!
Era do gelo!
E está tão difícil respirar!
Oh, era do gelo!
Com você morrerei!
Era do gelo!
E nunca me levantarei novamente!

Devo viver meus sonhos?
Não, você não deve!
(Devo) dar a mão à meu inimigo?
Não, você não deve!
Devo me desfazer de meu coração negro?
Não, você não deve!
Devo pensar em mim?
Não, você não deve!

Durma meu coração; venha descansar.
Durma meu coração; o mundo está congelando.
Durma, durma, meu coração!

O frio se espalha por todos os ossos
E meus pulmões pesam.
Eles partiram meu coração;
Ele bate, mas não está mais vivo.

Era do gelo!
E estamos perdidos no mar!
Era do gelo!
E está tão difícil respirar!
Oh, era do gelo!
Com você morrerei!
Era do gelo!
E nunca me levantarei novamente!

Durma meu coração; venha descansar.
Durma meu coração; o mundo está congelando.

Contém cookies. Pode conter anúncios personalizados.
2010-2021 © Deutsche Bands. Todos os direitos reservados — Política de PrivacidadeTermos de UsoAcessibilidade