Labyrinth

Links – rechts – geradeaus
Du kommst hier nicht mehr raus
Links – rechts – geradeaus
Du kommst hier nicht mehr raus

Der Wahnsinn hat dich eingesperrt
Und deine heile Welt verzerrt
Hat sich in deinen Kopf gepflanzt
Lauf, Kind, laufo schnell du kannst
Du weißt nicht mehr, wer du bist
Du weißt nicht mehr, was Liebe ist
Dein Spiegelbild hat sich entstellt
Niemand ist hier der zu dir halt

Klopf, klopf, lass mich rein
Lass mich dein Geheimnis sein
Klopf, klopf… Klopf, klopf
Klopf, klopf, lass mich rein
Lass mich dein Geheimnis sein
Klopf, klopf, lass mich rein
Lass mich dein Geheimnis sein

Links – rechts – geradeaus
Du bist im Labyrinth
Links – rechts – geradeaus
Keiner kann dir sagen
Welche Türen die richtigen sind
Mein verlorenes Kind
Links – rechts – geradeaus
Du bist im Labyrinth
Links – rechts – geradeaus
Keiner kann dir sagen
Wer die Guten und die Bösen sind
Mein verlorenes Kind

Du hast mich oft aus dir verbannt
An meinem Sog dein Herz verbrannt
Dein zweites Ich, die zweite Haut
Hat dich in deinem Kopf verbaut
Wenn ich in deine Seele tauche
Und dich für meine Lust gebrauche
Dann werd ich deine Sinne blenden
Das Spiel kannst du dann selbst beenden

Du bist im Labyrinth…

Links – rechts – geradeaus
Du kommst hier nicht mehr raus
Links – rechts – geradeaus
Du kommst hier nicht mehr raus

Esquerda, direita, em frente
Você não sairá mais daqui
Esquerda, direita, em frente
Você não sairá mais daqui

A loucura te prendeu
E distorceu seu mundo são
Plantou-se em sua cabeça
Corra, criança, corra tão rápido quanto você puder
Você não sabe mais quem você é
Você não sabe mais o que é o amor
O seu reflexo se desfigurou
Ninguém aqui que lhe seja fiel

Toc, toc, deixe-me entrar
Deixe-me ser seu segredo
Toc, toc… Toc, toc
Toc, toc, deixe-me entrar
Deixe-me ser seu segredo
Toc, toc, deixe-me entrar
Deixe-me ser seu segredo

Esquerda, direita, em frente
Você está no labirinto
Esquerda, direita, em frente
Ninguém pode te dizer
Quais são as portas certas
Minha criança perdida
Esquerda, direita, em frente
Você está no labirinto
Esquerda, direita, em frente
Ninguém pode te dizer
Quem são os bons e os maus
Minha criança perdida

Você me exilou de você tantas vezes
Queimou seu coração com minha ira
Na sua cabeça eu construí
Seu segundo eu, a segunda pele
Quando eu mergulhar na sua alma
E te usar para o meu prazer
Então eu cegarei seus sentidos
Só você mesmo pode acabar o jogo

Você está no labirinto…

Esquerda, direita, em frente
Você não sairá mais daqui
Esquerda, direita, em frente
Você não sairá mais daqui

Contém cookies. Pode conter anúncios personalizados.
2010-2021 © Deutsche Bands. Todos os direitos reservados — Política de PrivacidadeTermos de UsoAcessibilidade