Alérgicos: Contém cookies. Pode conter anúncios personalizados. Não contém glúten.

Melhores álbuns de 2013

Esta não é uma lista imparcial dos melhores álbuns alemães do ano passado. Nem de quem ouviu todos os lançamentos.

Esta lista é de quem não tem qualquer expectativa de coisas novas boas e foi surpreendido pelos seguintes lançamentos.

 

The Arsonist

Deadlock

 

O último álbum de Deadlock, Bizarro World (2011) deu maior destaque a banda que já tinha certo reconhecimento do público aberto a um metal melódico. The Arsonist consegue ser melhor, mesmo com as mudanças do elenco, como a saída do vocalista, mostrando que a banda continua em evolução a cada novo lançamento.

Destaque para “The Great Pretender”, “I’m Gone”, “Dead City Sleepers”, “The Arsonist”, “Darkness Divine”, “As We Come Undone” e “Small Town Boy”, que é um cover de Bronski Beat.

 

 

Oh, ein Reh!

Grossstadtgeflüster

 

Ouvir Oh, ein Reh! de Grossstadtgeflüster foi como ouvir Die Reklamation (2003) de Wir sind Helden: algo completamente novo e estupidamente bom. Sem dúvida o melhor álbum do trio de eletropop.

Destaque para “Ufos über’m Fernsehturm”, “1000 Tonnen Glück”, “Düsen”, “Sprengstoff”, “Meine Sonne” e “Eulen Nach Athen”.

 

 

Preachers Of The Night

Powerwolf

 

Difícil dizer se Powerwolf se destaque entre as bandas de power ou heavy metal (que parecem todas iguais) pela qualidade ou pelo tema de suas canções. Acredito que seja os dois.

Preachers of the Night chegou ao #1 na lista dos álbuns mais vendidos na Alemanha, tendo boas vendas também na Suíça e Áustria, além de receber notas como 9 de 10 na maioria das resenhas.

Destaque para “Amen & Attack”, “Secrets Of The Sacristy”, “Coleus Sanctus”, “Sacred & Wild”, “Kreuzfeuer”, “In The Name Of God (Deus Vult)” e “Extatum Et Oratum”.

 

 

Deixe seus comentários nas redes sociais e diga quais foram seus álbuns favoritos de 2013.

Carregando vídeo...
2010-2019 © Deutsche Bands. Todos os direitos reservados — Política de PrivacidadeTermos de UsoAcessibilidade